Hello… Uno?

Apesar de estar um pouco distante do desenvolvimento de aplicativos diretamente, em minha “nova” posição como gestor/arquiteto, é preciso observar todas as tecnologias disponíveis no mercado para atender as demandas dos projetos de software com a melhor relação custo x benefício possível, dito isso, em minhas “naveganças” por esta internet, me indicaram o Uno como uma plataforma interessante para desenvolvimento de aplicativos e outras coisas mais… Então vamos conhecê-la juntos e nessa série de artigos que pretendo publicar relatando minhas experiências e pontos de vista ao longo dessa jornada!

Ao melhor estilo “Quick Start”, vou utilizar como referência a série de artigos publicados por Steven Giesel em seu site, com uma série de 5 partes onde ele faz exatamente o mesmo que pretendo fazer, construindo um aplicativo simples de “Todo” estilo Kanban utilizando a plataforma Uno pela primeira vez, no meu caso DESDE O SETUP da plataforma, ao final dessa série você deverá estar com uma aplicação mais ou menos como a animação abaixo:

E o mais interessante disso tudo é que você poderá executar essa aplicação no desktop, navegador e celular!

Para aqueles que são novos na plataforma Uno, assim como eu, ou desejam começar a usar a plataforma, ela permite a criação de aplicativos móveis, desktop e WebAssembly com C# e XAML, um ponto interessante é que a houve uma melhora significativa nos lançamentos recentes (Uno Platform 4.0 e 4.1), principalmente no que se diz respeito a desempenho, recursos e as ferramentas agora disponíveis para você criar aplicativos que estão abrindo novas oportunidades principalmente no mercado de trabalho, pois já há uma demanda crescente por profissionais que trabalham com esta tecnologia.

Mas, sem muitos rodeios… Vamos ao que interessa!

Parte 1: Introdução e configuração do ambiente

Como um usuário iniciante, Steven aborda o básico da plataforma Uno e as diferenças entre a plataforma e o .NET MAUI. Com um entendimento básico da plataforma, a primeira parte fornece os fundamentos necessários para configurar seu ambiente de desenvolvimento antes de estabelecer os blocos de construção para começar a desenvolver um pequeno aplicativo multiplataforma.

(em breve)

Parte 2: Requisitos e primeiros recursos

A segunda parte da série se concentra principalmente na implementação dos primeiros recursos do aplicativo para poder adicionar seu primeiro item To-do. Esta parte da série começa a mostrar a própria plataforma Uno e como o código e os requisitos são bastante simples para começar.

(em breve)

Parte 3: Dialogs e ViewModel

Com a construção básica disponível, a terceira parte da série mergulha na implementação da mudança necessária para permitir a interação do usuário. Em segundo lugar, a implementação de uma caixa de diálogo modal que funcione em todas as plataformas permitirá que o usuário insira informações básicas sobre o item To-do que deseja rastrear.

(em breve)

Parte 4: Adicionando elementos à lista

A parte 3 terminou com um formulário que também valida o modelo. Steven continua de onde parou e começa criando um ViewModel e estabelecendo as bases para a próxima parte da nossa série.

(em breve)

Parte 5: Implementando “Drag and Drop”

A Parte 5 cobre as implementações finais necessárias para tornar possível arrastar, soltar, preservar e carregar o estado. Esteticamente, o aplicativo é simples, mas o mais importante, temos um aplicativo de tarefas totalmente funcional que pode ser usado em todas as plataformas usando a mesma base de código-fonte. Finalmente, Steven encerra a série com uma revisão honesta de sua experiência usando a plataforma Uno.

(em breve)

Sou muito grato ao Steven pelo trabalho, demonstrando com riqueza de detalhes e documentado seu aplicativo ToDo e a suas contribuições para o Uno Platform.

Segue o link para o repositório do projeto: TodoApp (GitHub)

Caso você tenha dúvidas a respeito da plataforma, poderá encontrar a equipe de desenvolvimento e engenharia no Discord – Canal #uno-platform ou ainda no Twitter.